Facebook Taipinhas a Ler

Twitter da Biblioteca Escolar

 
 
 
 
 
 
 
C O N V I T E
 
Workshop a 19 de maio, pelas 21:00 horas, na EB 2/3 das Taipas

Cristina Valente, a autora do livro "O que se passa na cabeça do meu filho?” fará um workshop aberto a toda a Comunidade Educativa. Todos os pais, encarregados de educação e professores estão, pois, convidados a assistir e participar nesta atividade que as bibliotecas escolares e professores do Agrupamento de Escolas das Taipas levarão a cabo no próximo dia 19 de maio às 21:00 H.


Cristina Valente, ex-jornalista e apresentadora de televisão, editou o livro “O que se passa na cabeça do meu filho?” em 2016 e apresenta-o como uma base de “ferramentas úteis para entender os estados mentais e as necessidades emocionais dos filhos, desde as primeiras birras à adolescência”. “

 

 
 
 
 
 
 
 

Projeto História com Histórias

novembro/2015
A partir do livro "Voar em Guimarães" desenvolvemos um projeto com o objetivo de fazer a articulação entre a Biblioteca Escolar, os conteúdos do Estudo do Meio do 4º ano "À Descoberta dos outros e das instituições" e da visita de estudo a Gumarães. 
 
Dia 10 de novembro vamos receber a escritora Florbela Castro e assistir à apresentação do livro infantil "Árvore Mãe", na Biblioteca Escolar do Pinheiral, escrito por Florbela Castro, ilustrado por Catarina Torres e editado pela Mercado Azul. O livro é baseado numa história verdadeira que aconteceu entre uma mãe e uma filha.
 
 
 
Durante a última semana de outubro as nossas Bibliotecas Escolares estiveram muito animadas devido à notável performance de um convidado especial, o contador de histórias Rui Ramos. Ninguém ficou indiferente às magníficas interpretações da mensagem de dois livros “A viagem do gato gatarrão e da tartaruga lentidão” (de Elisa Sá Costa e Ana Fonseca), e “O doutor grilo” (de Carlos Nuno Granja e Vasco Gargalo). Podemos declarar que Rui Ramos, natural do Porto, geólogo de formação, é um contador de histórias de coração, testemunhado pelo contínuo deslumbre nos rostos dos nossos alunos e não só… 
 
 

"A minha família é super na Biblioteca Escolar"

 

 

 

A RBE (Rede de Bibliotecas Escolares) também selecionou os nossos tweeters do desafio "toca a tweetar" sobre o valor da Biblioteca. Parabéns a todos os que estão a participar!
 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 
 
 

 

 

Para comemorar o MIBE (mês international das bibliotecas escolares = outubro) estamos:

  • Visitar a Biblioteca Municipal RAUL BRANDÃO (polo das Taipas)  e assistir à hora do conto: A Costureira de Histórias” 1º e 2º ano; “A Contradição Humana”, 3º e 4º ano; Teatro de fantoches para o Pré-Escolar. 
  • A minha família é super na Biblioteca Escolar!
  • Participar no desafio "A minha Biblioteca Escolar é Super..."
  • "O meu livro preferido é..."
  • Assistir à animação de 2 livros O Doutor Grilo de Carlos Nuno Granja e Vasco Gargalo e A Viagem do Gato Gatarrão e da Tartaruga Lentidão de Elisa Sá Costa e Ana Fonseca
  • Conhecer a escritora Florbela Castro, autora do livro Árvore Mãe
  • Formação de utilizador
  • Escrever notícias sobre a nossa BE
  • E porque está a chegar a época mais assustadora, o Halloween ou Dia das Bruxas, ver o filme em DVD "Hotel Transylvania" 
  • Para o dia alimentação temos dois DVD interessantes: "Comida Divertida" e "Berto Come Certo" 
  • Participar na iniciativa "Livros Falados" da Visão Júnior
  • Reinício com o Pré-Escolar do projeto "Leitura em Vai e Vem"
  • Toca a tweetar - convite aos elementos da comunidade educativa a escreverem tweets sobre o valor da biblioteca escolar no Twitter da BE

 

 
 
 
 

 

DOAÇÃO À BIBLIOTECA ESCOLAR DO PINHEIRAL

No dia 25 de setembro de 2015, houve uma doação de 77 livros para a nossa biblioteca da Escola do Pinheiral. Quem os ofereceu foi uma professora de História do 3 ciclo, chamada Maria Oliveira que foi muito simpática em fazer a doação. Nós ficamos muito agradecidos. A professora bibliotecária Rosário vai cotar e organizar estes documentos para que todos os alunos da escola os possam utilizar. Os nomes de alguns livros que a Prof. Maria entregou são os seguintes: "Desenhos de Natal", "Poemas da mentira e da verdade", "Eu tenho super poderes", "O menino chamado Menino", "Piratas das Caraíbas", "Dinossauros", ...

Autoras:
Valéria, Catarina e Beatriz, 3º ano, EB do Pinheiral

Fotógrafos:
Beatriz e Afonso.3º ano, EB do Pinheiral

PORDATA KIDS - nova plataforma onde os números e as estatísticas são apresentados de forma a serem compreensíveis pelos mais pequenos. 

 
 

 UM EXCELENTE ANO LETIVO de 2015/2016!

 

 
 
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
 

Sabe-se que é de pequenino que os maus hábitos alimentares começam e se instalam facilmente. No sentido de sensibilizar os nossos alunos e encarregados de educação para a importância de uma alimentação saudável, nomeadamente através dos laches que trazem para a escola, convidamos a nutricionista Dra. Helga Teixeira, para várias sessões de educação alimentar dinamizadas nas Bibliotecas Escolares das diversas escolas do Agrupamento. 

 

O MEU LIVRO PREFERIDO É...

"Pipas de Massa"

 

Tatiana Marques, 9 anos, EB de S. Martinho

O meu livro preferido chama-se “Pipas de 

Massa”, escrito por Madonna. Gostei deste livro porque nos ensina que devemos ajudar as pessoas que necessitam, pois há muita gente no mundo 

a necessitar de alimentos, roupas... Eu quando encontro pessoas que necessitam de coisas , ajudo o mais que posso. 

 
COMO ELABORAR UMA BIOGRAFIA?
 

COMO FAZER UM CARTAZ?

 
 
Alguns trabalhos dos alunos do 1º ano da EB do Pinheiral, depois das plantações na horta da escola e da exploração do livro "Poemas da Horta e Outras Verduras"

 

"Poemas da Horta e outras Verduras",

de Manuela Leitão (texto) e Marta Monteiro (ilustração)

Poemas da Horta e Outras Verduras" Mas, será que podemos fazer ou, mesmo, ler poemas sobre um nabo ou uma abóbora-menina?... Claro que sim. Aqui, acima de tudo, brinca-se. Com palavras, com poemas, com histórias. Por acaso — ou não será assim tão por acaso? —, as personagens são da horta, mas poderiam ser outras. E até tu podias entrar neste livro... ou eu, ou os teus amigos ou os meus vizinhos. Com tudo o que nos define. Com as nossas alegrias e tristezas, com as nossas qualidades e defeitos, com os nossos de

sejos e os nossos sonhos.São, sobretudo, pequenas histórias que acontecem todos os dias. Para as descobrires, só tens de estar atento… e ter alma de poeta!

 

"Como é que um pintainho..."

 pelos alunos do 1º ano da EB da Charneca
 
littlebirdtales.com cover image
 
 
 
No âmbito da atividade "À descoberta do ambiente natural" os alunos do 1º ano da EB da Charneca vivenciaram uma experiência muito interessante. Acompanharam o processo de nascimento de animais na sala de aula, neste caso, o nascimento de muitos pintainhos! Uma experiência que implicou ovos galados, uma chocadeira elétrica e 21 dias de ansiosa espera... 
Depois da experiência e de explorarmos o livro "Como é que uma galinha...", de Isabel Minhós Martins e Yara Kono, os alunos tornaram-se escritores da sua própria história e escreveram "Como é que um pintainho...", inspirados pela experiência vivida, pelo livro e ilustrações do livro explorado. 
 
 
 

 

 
CONCURSO "A LIBERDADE" - OS PREMIADOS
 


1º Prémio - Maria Luísa Marques, Maria Marques e Inês Ferreira

2º Prémio - João Marques, José Guilherme, Afonso Gomes e  Artur G.

3º Prémio - Afonso Marques, Ricardo Mendes e Vítor Oliveira 

 

Conhecer autores e ilustradores da literatura infantil contemporânea Isabel Minhós Martins e Yara Kono

- Isabel Minhós Martins nasceu em Lisboa em 1974.

- Em 1999, junto com a ilustradora Madalena Matoso, fundou a editora Planeta Tangerina.

- Profissionalmente, dedica-se à escrita para crianças. O seu público-alvo são as crianças que frequentam o ensino básico do 1º ciclo.

- Já na infância, gostava de ouvir as histórias contadas pelos familiares e amigos e assim, desde cedo, interessou-se pelas palavras.

- Os livros de Isabel Minhós Martins são todos deliciosos, mas aqui vai uma sugestão de leitura:

A galinha tem fama de ser uma ave tonta e feia. Também dizem que não voa e que não canta, que só esgravata e cacareja e faz cocó por todo o lado (e é verdade). Mas a verdade, verdadinha é contada neste livro... A natureza criou um animal assim insuspeito – feioso, desajeitado, obediente, meio pitosga... – para dentro dele fazer transportar um dos seus maiores tesouros, dentro dela saem ovos, pequenas obras de arte, estética e gastronomicamente perfeitas. Quando virem uma galinha, não se deixem enganar. Tratem-na com o respeito que ela merece. Um livro divertido para quem nunca tinha reparado na importância de uma simples galinha.

Ilustradora Yara Kono

- Nasceu em São Paulo, Brasil, em 1972.

Em 2001 veio viver para Portugal, onde se estreou como designer.

Desde 2004 faz parte da equipa do Planeta Tangerina.

- Em 2009 ganhou uma Menção Honrosa no I Prémio Compostela para Álbuns Ilustrados. 

- Em 2010 ganhou o Prémio Nacional de Ilustração.

 
NUTRIAMIGOS

 

Através da professora Teresa Bastos, os alunos estagiários do Curso de Restauração, da Escola Profissional Profitecla, fizeram uma intervenção, na Biblioteca Escolar, junto dos nossos alunos das duas turmas do pré-escolar da EB de S. Martinho, sobre a importância dos hábitos alimentares saudáveis. Apresentaram um filme animado, concebido pelos próprios, intitulado  "NUTRIAMIGOS" e ofereceram, no refeitório da escola, um lanche saudável, composto por um pão com queijo, sumo de laranja natural e uma espetada de frutas. Todos adoraram!
 
Os trabalhos para o dia da MÃE 
dos alunos do Pré-Escolar da EB de S. Martinho
"Coração de mãe" de Isabel Minhós Martins

Livro apropriado à data e aconselhado por Plano Nacional de Leitura

“Quando os filhos dão gargalhadas, 

o coração de mãe até canta. 
Quando um filho está triste, 
o coração de mãe parte-se em mil bocadinhos.

Quando um filho fica doente,
o coração de mãe fica às pintinhas (e muito mais pequenino…). 
Mas o coração de mãe volta a crescer 
quando um filho se sente finalmente melhor!”

 

 

Na Biblioteca Escolar da EB de S. Martinho a partir da leitura o livro A liberdade o que  é?, de José Jorge Letria, o 4º ano, turma G, pôs o seu lado poético a funcionar e escreveu estas lindas definições sobre a liberdade.

A LIBERDADE É...

Eu estar a escrever poesia na escola.

Uma nuvem parecida com um cravo.

Respirar o ar puro da Natureza.

O sol a iluminar a Natureza.

Um abraço cheio de poesia.

São as crianças a correrem para a escola.

Um pássaro a aprender a voar.

Uma flor a espreitar o mundo.

O sol a iluminar o que sentimos.

Um pássaro que nasce dentro de nós.

Um sorriso a nascer da terra.

A leitura que ilumina todas as pessoas.

Uma criança cheia de esperança.

Uma surpresa da Natureza.

Um sentimento de felicidade sem fim.

O sol a iluminar os pensamentos.

Uma borboleta a beijar uma for.

Uma pessoa de todas as cores.

Um bem com limite.

Uma mãe a chegar ao fim do mundo pelos filhos.

Voar ao som do vento.

Um passarinho a cantar no ninho.

Uma borboleta colorida a pousar de flor em flor.

São as andorinhas a pintar a Natureza.

São as crianças a olhar o mundo.

Uma luz que brilha nos nossos corações.

Viajar pelo mundo de bicicleta.

Um pássaro que voa sem parar.

Um sorriso que nunca desaparece.

São os pássaros a voar no azul do céu.

Um sítio onde guardarmos os segredos.

Uma criança a abraçar o Mundo.

Um sorriso a sair de dentro de nós.

O riso alegre das crianças.

Uma borboleta a beijar uma flor.

O vento a soprar suavemente no meu rosto. 

 EB de S. Martinho - 4º ano, turma G

 

Havia um país longínquo em que as pessoas viviam tristes e oprimidas. As pessoas, que visitavam esse país, não compreendiam porque era assim infeliz esse povo. Quando esse povo começava a ter confiança com as pessoas que o visitava contava-lhes o seu segredo. Então diziam que eram infelizes porque não podiam falar alto daquilo que pensavam e que sentiam nem ouvir a música que queriam. Viviam como se fosse uma prisão. Toda a vida desse povo era controlada pelo governo. Trata-se de uma história sobre a vida em Portugal antes do 25 de Abril de 1974 e sobre as mudanças positivas provocadas pela revolução.

 

“Tudo isto aconteceu há muito tempo (ainda tu não tinhas nascido), num país muito distante. Esse país agora juá não se chama País das Pessoas Tristes, chama-se Portugal e é o teu país. E o tesouro pertence-te a ti, és tu que agora tens de cuidar dele, guardando-o muito bem no fundo do teu coração para que ninguém to roube outra vez. Porque esta história não é uma história inventada. É uma história verdadeira. Aconteceu mesmo. Pergunta aos teus pais ou aos teus professores e eles contar-te-ão mais coisas sobre o País das Pessoas Tristes e sobre o Dia da Liberdade.

In “Tesouro”, de Manuel António Pina

 

E alguns trabalhos...os restantes estão expostos na Biblioteca Escolar

No tempo em que os meus avós eram jovens, Portugal vivia numa ditadura. E uma ditadura não é boa, pois as pessoas não podiam dizer, escrever aquilo que pensavam caso não tivessem as mesmas ideias que o Governo. Se o fizessem, seriam presas e até mortas. Todos viviam com muito medo e tristes. Até que um dia os militares cansados de tantos anos de injustiça, fome e pobreza, resolveram fazer uma revolução para acabar com isso. A revolução foi no dia 25 de abril de 1974, mas vinha sendo preparada há algum tempo. Foi uma revolução pacífica e o povo colocou cravos nas espingardas dos militares. E assim ficou conhecida pela revolução dos cravos.

Miguel Martinho, 3º A, EB do Pinheiral

Eu aprendi que antes do 25 de abril de 1974 não havia liberdade, era horrível. Aconteceu que Portugal não se chamava como tal, chamava-se a terra das pessoas tristes. Os meninos e as meninas não podiam conviver, eu não queria ter passado por essa época. Havia uma infelicidade em cada cara. Até que um dia, no dia 25 de abril de 1974, os militares mandaram os ditadores para longe, longe, bem para lá do nosso país. Havia uma senhora que estava a vender cravos vermelhos e com a felicidade deu cravos a toda a gente.

Francisca Castro, 3º A, EB do Pinheiral

Antes do 25 de abril as pessoas eram tristes, não podiam dizer o que pensavam, não podiam mandar cartas a falar mal do poder. Havia uma ditadura comandada por Salazar, não podiam na rua dizer mal de Salazar porque iam presas. Andavam polícias com roupa normal como as outras pessoas para que não os descobrissem. Se tentassem fugir do país seriam presas ou mortas mas algumas conseguiram fugir. Um dia tudo mudou, o povo revoltou-se e expulsou a PIDE, o ditador e restauraram a LIBERDADE!

Mariana Gomes, 3º A, EB do Pinheiral

O 25 de abril foi um bom dia. Os militares revoltaram-se contra os ditadores. Depois disso ninguém voltou a ter medo. As pessoas que contribuíram para a revolução foram Mário Soares, Álvaro Cunhal, António Spínola, Otelo Saraiva de Carvalho…

Marcos Ferreira, 3º A, EB do Pinheiral

No dia 25 de abril o povo revoltou-se contra o governo em vigor, nomeadamente o presidente de Estado, Salazar. Os militares arranjaram forma de se comunicarem através de códigos pela rádio e saíram à rua em forma de protesto pela ditadura que se vivia naquela altura. Assim revoltados, saíram à rua com espingardas em punho e um cravo colocado no cano. Este dia ficou marcado para sempre na vida dos portugueses pois conquistamos a liberdade.

Beatriz Guerreiro, 3º A, EB do Pinheiral

Antes do 25 de abril as pessoas eram muito tristes porque lhes tinham roubado a liberdade. Os rapazes e as raparigas tinham de andar em escolas diferentes e as raparigas tinham de andar sempre de saia ou vestido e sempre com meias. Até que um dia, em 1974 no dia 25 de abril, resolveram lutar pela liberdade e ficou conhecido como o dia da revolução dos cravos.

Sara Crespo, 3º A, EB do Pinheiral

Era uma vez uns senhores que mandavam em Portugal e não deixavam as pessoas em liberdade e por isso o povo vivia triste e muito pobre. Como viviam revoltados resolveram organizar-se para lutar por uma vida melhor. Quando chegou o dia 25 de abril de 1974 as forças armadas, que incluíam o exército, a marinha e a aviação, estava preparada para fazer uma revolução. O povo ofereceu cravos aos militares que os puseram nos canos das armas, em vez de balas  que matam. Havia flores por todo o lado, significando o renascer da vida e da mudança.

André, 3º A, EB do Pinheiral

 

 
 
 
 
 

 
CONCURSO «UM CONTO QUE CONTAS» 
CLASSIFICAÇÃO PELO GRUPO DE MATEMÁTICA DO AET 
 
1º Classificado: "A Pirâmide Triangular e os Sete Números Anões"
Leonor Fernandes, Margarida Amaral, 4º C, EB do Pinheiral  
 
2º Classificado: "A Barafunda da Matemática"
Sérgio Ribeiro Silva, 4º C, EB do Pinheiral  
 
3º Classificado: "O País da Matemática"
Sérgio Oliveira, Mafalda Abreu, Tomás Pereira, 4º, EB da Charneca  
 
4º Classificado: "Uma Viagem à Numerolândia"
Edna Leitão, Matilde Fernandes, 4º ano, EB do Pinheiral  
 
5º Classificado: "Matemaníaco"
Bárbara Martins, Marco Mota, Rui Rodrigues, 4º Ano,  EB da Charneca  
 
6º Classificado: "Um Mundo Enumerado"
Carolina Ribeiro, Francisca Ferreira, 4º ano, EB do Pinheiral  
 
7º Classificado: "O Resgate da Princesa dos Números"
Francisca Marques, Manuel Mendes, Luísa Vieira, 4º ano, EB1 da Charneca 
 
8º Classificado: "Sopa de Resultados"
Lara Freitas, 4º ano, EB do Pinheiral  
 
9º Classificado: "Carnaval Matemático"
Matilde Batista, Margarida Neves, Lua Silva, 4º ano, EB do Pinheiral   
 
 

 POEMAS SELECIONADOS

"FAÇA LÁ UM POEMA"

 

POESIA de Magda Gonçalves

4º ano, turma C da EB do Pinheiral

MAR MISTÉRIO de Mafalda Lemos Miranda

6º ano, turma C da EB23 das Taipas

NÃO SEI NADA de Daniela Macedo

8º ano, turma C da EB23 das Taipas

 
 

 

 
 

 

 

 

Autora: Elisa Sá Costa       Ilustrador: Vasco Gargalo     Editora: Opera Omnia  

Publicação: Fevereiro 2015

Um livro que revisita algumas das mais emblemáticas e populares lendas portuguesas, como seja a Lenda da Sopa de Pedra, a Lenda do Galo de Barcelos ou a Lenda da Inês Negra. Nestas histórias ilustradas por Vasco Gargalo e recontadas em verso rimado por Elisa Sá Costa, os mais pequenos, mas não somente deles, podem revisitar um património de histórias que marcam, e continuarão a marcar, a memória portuguesa.

 

AET - POEMAS SELECIONADOS para o CONCURSO NACIONAL

"FAÇA LÁ UM POEMA"

 

POESIA de Magda Gonçalves, 4º ano, turma C da EB do Pinheiral

MAR MISTÉRIO de Mafalda Lemos Miranda, 6º ano, turma C da EB23 das Taipas

NÃO SEI NADA de Daniela Macedo, 8º ano, turma C da EB23 das Taipas

 

 

 

No 1º Ciclo: um bom sítio com jogos didáticos ligados à Matemática.

Projeto de investigação do GUIA (Grupo Universitário de Investigação em Autorregulação) da Escola de Psicologia da Universidade do Minho em colaboração com investigadores do Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra: pretende mapear as condições de (in)sucesso na disciplina de Matemática e contribuir para a promoção do sucesso escolar dos alunos do Ensino Básico.

 

O Pai Natal especial

De 3 de dezembro (Dia Internacional da Pessoa com Deficiência) a 15 do mesmo mês, a Escola EB do Pinheiral, através da Biblioteca Escolar com o projeto "Todos Juntos Podemos Ler" e a Educação Especial, dinamizou atividades no sentido de transformar a inclusão de alunos com necessidades especiais numa atmosfera saudável, divertida e em que todos participam. A partir da exploração dos livros "O Elefante Diferente (que espantava toda a gente)" e "Um Natal Quentinho com o Ursinho" fizeram-se Pais Natal bem especiais.  Com a diferença mais intensa é a magia!

 

 

E muitos outros trabalhos elaborados por alunos de todas as turmas da EB de Sande de S. Martinho.

 

 

 

Os alunos do Pré-Escolar da EB de Sande S. Martinho, inspirados na história do livro, criaram com muita imaginação outro elefante diferente.

 

SEMANA INCLUSIVA

(3 a 12 de dezembro de 2014)

A Inclusão na escola pretende que todas as crianças possam integrar o ensino regular, independentemente das diversidades de cada um, pois todas têm o direito de participar no processo educacional. Assim, durante esta semana, pretendemos relembrar a toda a comunidade educativa, através do projeto "Todos Juntos Podemos Ler" e a Educação Especial, como é possível transformar a inclusão de alunos com necessidades especiais numa atmosfera saudável e divertida.

 

No âmbito da "Semana Inclusiva" estivemos a trabalhar esta história:

 

Era uma vez um elefante diferente... a sua tromba era MUITO comprida, o que era motivo de espanto para toda a gente. Além de muito comprida, era também MUITO rebelde, tinha uma vida MUITO independente e um dia desapareceu sem avisar o elefante...



 

A Revista Visão Júnior atribuiu Menção Honrosa ao trabalho do 1.ºD da EB1 do Pinheiral, Guimarães.

A iniciativa Agora o escritor és tu! propôs a todos os alunos do 1.° ao 9.° anos que continuassem a história de um dos livros inseridos nas metas curriculares.  Os alunos do 1º. D, com a professora Conceição Marques, continuaram o livro Destrava-Línguas, de Luísa Ducla Soares e desenharm uma nova capa. 

TRAVA LÍNGUAS
 "O macaco da mãe da Maria mordeu muito a mão da Margarida Mota."
 "O Caio caiu de costas e bateu com a cabeça"  
 "O Pedro partiu a porta preta da propriedade do pai do Paulo Pereira"
 " Os bombeiros Voluntários de Braga borraram o bico das botas com bosta de vaca"
 "A aranha arranha a rã"
"A rã não arranha a aranha"
"Um limão, mil milhões de limões, um milhão de limões"                               
" Qual é o doce que é mais doce que o doce da batata doce? Respondi que o doce mais doce que o doce da batata doce é o doce que é feito do doce da batata doce."

 

   
  

             "O Rei Belarmino não é Tenor" é o novo livro de Carlos Nuno Granja e Sebastião Peixoto (Editora Opera Omnia)


No dia Internacional das Bibliotecas Escolares (27 de outubro) todos os alunos do 4º ano de escolaridade do AET receberam o ilustrador Sebastião Peixoto, nas Bibliotecas Escolares das EB de Sande S. Martinho e EB do Pinheiral. Sebastião Peixoto divulgou o novo livro que ilustrou "O Rei Belarmino Não é Tenor", texto de Carlos Nuno Granja, e deslumbrou os nossos alunos com ilustrações que em breves minutos assomaram o nosso papel de cenário - o rei Belarmino com uma das suas cinco filhas (qual delas só a nossa imaginação vai descobrir...Felismina? Cupertina? Isolina? Cistina? Belarmina? ...) e o caçador de notas não musicais. Ver fotos em facebook taipinhas a LER+

 

Sinopse

Já lá vão os tempos daqueles reis que vivam nos castelos e das princesas que se escovavam nas varandas das torres dos castelos. Hoje, os reis e as rainhas vivem em apartamentos, mas que são muito mais pequenos que os enormes palácios rodeados de imensos jardins floridos! Os tempos são outros, mas tenho a certeza que o Rei Belarmino não iria gostar muito da ideia. O Rei Belarmino foi um rei que viveu neste mundo há muitos, muitos séculos! Tinha um ar bastante simpático e o seu povo adorava-o. Era muito generoso e amigo do seu amigo!Adorava dançar e cantar, mas isso criava um certo embaraço a quem via e ouvia!E é sobre este problema do rei Belarmino que esta história vai girar! Como conseguiu o Rei Belarmino proteger o seu reino das suas cantorias?

 

 

História do Rei Livro e da Princesa Palavra, livro de Elisa Sá Costa e Ana Fonseca (editora Opera Omnia)


Durante o mês de outubro, as Bibliotecas Escolares do nosso Agrupamento proporcionaram a todos os nossos alunos do pré-escolar e do 1º ano de escolaridade, das Escolas do Ensino Básico de S. Lourenço, de Longos, do Pinheiral, de Sande de S. Martinho, de S. Clemente e da Charneca, a animação do livro "História do do Rei Livro e da Princesa Palavra". Uma animação dinamizada pela Bolinha de Sabão (animadora) que a todos deixou encantados. Ver VÍDEO DA ANIMAÇÃO em facebook taipinhas a LER+

História do Rei Livro e da Princesa Palavra, um livro de Elisa Sá Costa e Ana Fonseca, da editora Opera Omnia, é dirigido aos mais pequeninos e por intermédio do qual se procura levá-los ao mundo mágico dos livros e das histórias que contêm. Nesta história com final feliz os pequenos leitores ficaram também a perceber a alegria da leitura e do convívio com os livros e com as suas personagens.

 

 

 

OUTUBRO - Mês Internacional das Bibliotecas Escolares

As Atividades Programadas pelas Bibliotecas Escolares do AET

 

  • 20 de outubro: apresentação pelo editor Dr. José Manuel Costa, da editora Opera Omnia, "Como se faz um livro?" , para os alunos do 6º ano e Comunidade Educativa. 

  • 22, 27 e 29 de outubro: animação do livro "História do Rei Livro e da Princesa Palavra" (texto de Elisa Sá Costa e ilustrações de Ana Fonseca), para os alunos do pré-escolar e do 1º ano.

  • 27 de outubro: Apresentação do livro "O rei Belarmino não é tenor" pelo ilustrador Sebastião Peixoto (texto de Carlos Nuno Granja, para os alunos do 4º ano. 

  • 27 de outubro: apresentação do livro "O Falcão de Bonaparte" pela autora Mariana Morais Pinheiro, para os alunos
    do 8º e 9º ano.

  • 29 de outubro: apresentação do livro "Braga, era uma vez uma cidade" pela autora Maria José Meireles (ilustrações de César Figueiredo), para os alunos do 5º e 7º ano.

  •  6 e 7 de novembro: apresentação do livro "Os Guardiões das Florestas" pelo ilustrador Sebastião Peixoto, para os alunos do 2º ano e 3º ano. 

 

SETEMBRO

  •  
  •  

 

Resumo: Quando um estranho chega ao bosque, os amigos do Sapo ficam desconfiados, pensam que o Rato deve ser sujo e ladrão. O Sapo não tem a certeza. Decide descobrir e torna-se amigo do Rato. Mas só quando o Rato os ajuda em várias emergências é que os outros percebem como é injusto julgar sem conhecer. Max Velthuijs (1923-2005) foi um artista holandês de grande reputação, com livros publicados no mundo inteiro. Entre os seus prémios contam-se o Lápis de Ouro da Holanda, o American Graphic Award da Society of Ilustrators, e muitos outros.

As turmas do 2º ano, turmas A e B  da EB do Pinheiral fizeram uma visita de estudo à biblioteca municipal Raul Brandão e na hora do conto ficaram a conhecer a história "O Sapo e o Estranho".

 

 

JUNHO/2014

 

Alunos Top+ a ler no ano letivo 2013-2014

BE da EB do Pinheiral

Filipa Ferreira, 4º ano

Pedro Silva, 4º ano

 

BE da EB de Longos

Adriana Freitas, 4º ano

 

BE da EB de Sande S. Martinho

Filipe Luís Salgado Tavares, 3º ano

 

Estes alunos receberam na festa final de ano um diploma e um prémio (um livro). Parabéns e boas férias com leituras!

 

 

EB do Pinheiral  -  VENCEDORES DO CONCURSO PEQUENO ESCRITOR "Bocas Saudáveis, Histórias com Sorrisos"

 

Catarina Alves Cunha Machado com "O Crocodilo Vai ao Dentista" (1º ano, 1ºlugar).

 

Laura José Gonçalves Ferreira com "Anita e a Fada dos Dentes"  (1º ano, 2ºlugar).

Guilherme Ribeiro Martinho com "A Higiene Oral"  (1º ano, 3º lugar).

Inês Maria Monteiro da Silva com "É Bom Poder Sorrir"  (2º ano, 1ºlugar).

Maria Luísa Ferreira Marques com "O Dentinho Amarelinho que Sonhava ser Branquinho"  (2º ano, 2ºlugar).

Ana Maria Pinheiro da Silva com "O Castelo dos Dentes Dourados"  (2º ano,  3º lugar).

Luana Maria Carvalho Teixeira com "João e os seus Medos" (3º ano, 1º lugar).

Magda Emanuel Lima Gonçalves com "Inês Aprende uma Lição" (3º ano, 2º lugar).

Matilde Ferreira Fernandes com "Uma Dentista Invulgar"  (3º ano, 3º lugar).

Edgar de Abreu Leite com "Os Três Dentinhos e o Dono Mau" (4º ano, 1º lugar).

Beatriz Ferreira Alves com "O Menino Canino"  (4º ano, 2º lugar).

Rúben Cardoso da Silva com As Bactérias"  (4º ano, 3º lugar). 

 

Cada um dos alunos vencedores recebeu um diploma e um prémio (um livro). Muitos parabéns! Todos os outros alunos participantes receberam um certificado de participação e uma escova de dentes. Obrigada a todos por terem dinamizado o concurso com as vossa criatividade e participação. O sucesso do mesmo também se deve ao esforço da equipa de organização do concurso (alunos do 3º ano: Alexandra Matinho, Matilde Batista e Sérgio Silva) e aos elementos do júri.

 

EB Sande S. Martinho  -  VENCEDORES DO CONCURSO PEQUENO ESCRITOR "Bocas Saudáveis, Histórias com Sorrisos"

Gonçalo Fernandes com desenho (pré-escolar).

David Silva com "Monstros Invisíveis"  (1º ano).

Beatriz Ribeiro com "A Ana não Quer Ir ao Dentista" (2º ano).

Eduardo Oliveira com "Eduardo no Reino dos Dentes" (3º ano).

Margarida Batista com "O Professor Dentinhas" (4º ano).

 

Cada um dos alunos vencedores recebeu um diploma e um prémio (um livro). Parabéns! Todos os outros alunos que participaram receberam um certificado de participação. Obrigada a todos por terem dinamizado o concurso com as vossa criatividade e participação! O sucesso do mesmo também se deve ao esforço da equipa de organização do concurso (alunos do 3º ano: Diogo Freitas, Gonçalo Dias e Tatiana Marques) e aos elementos do júri.

 

Maio/2014

 "PORTUGAL, MEU PAÍS DE MIL TRADIÇÕES"

Eepetáculos do dia multicultural - 31 de maio de 2014

TRÁS-OS-MONTES/EB de LONGOS: declamação de um poema de Miguel Torga; dança dos Pauliteiros de Miranda (por alunos do pré-escolar e do 1º ciclo); desfile de trajes e artefatos típicos da região.

DOURO/EB da CHARNECA: Marcha de S. João (por alunos do 3º ano).

BEIRAS/EB de S. LOURENÇO: dança de roda tradicional da região das Beiras, também cantada e executada por um grupo de alunos das turmas do pré escolar, 1º, 2º, 3º e 4º anos.

RIBATEJO/EB de S. CLEMENTE: dança típica do Ribatejo (por alunos do pré-escolar); dança "Vira da Charneca" (por alunos do 1º ciclo).

ALENTEJO/EB do PINHEIRAL: canção popular alentejana "As meninas da Ribeira do Sado" dos Adiafa (por alunos do pré-escolar); canção popular alentejana "Eu ouviu o passarinho" (por alunos do 1º ciclo).

ALGARVE/EB de S. MARTINHO: dança típica do Algarve "Tia Anica do Loulé" (por alunos do pré-escolar); música instrumental acompanhada de dança típica do Algarve "Tia Anica do Loulé" (por alunos do 1º ciclo).

Em simultâneo, cada uma das escolas apresentou em stand elementos variados caracterizadores da região estudada.

 

 

ENCONTRO COM O PASSADO DA HISTÓRIA LOCAL - A VILA DAS CALDAS DAS TAIPAS
 
Em resposta ao desafio de sensibilizar os nossos alunos a melhor conhecer a História Local, o professor de História, António José de Oliveira, apresentou na Biblioteca Escolar da EB1 do Pinheiral, no dia 9 de maio, uma sessão dedicada à temática e na qual tivemos a oportunidade de revisitar o passado  da vila das Caldas das Taipas, desde finais do século XIX, e conhecermos particularidades desse passado que remonta a um período áureo da vila como estância termal, muito procurada e frequentada pelas elites locais e nacionais da época. Ilustraram-se espaços fundamentais dessas vivências, como por exemplo os equipamentos hoteleiros - o  Grande Hotel Vilas, o Hotel das Termas, o Hotel das Taipas e o Hotel Braga, e equipamentos de lazer/turismo - piscina, campos de ténis, Turismo Hóquei Club das Taipas, parque de campismo e praia fluvial. Nesta sessão, participaram alunos das turmas do 3º ano (turma I7) e 4º ano tendo tido oportunidade de até se espantarem com hábitos já tão distantes dos atuais e que a título de exemplo apenas referimos o escândalo provocado pela senhora inglesa que se limitou a aparecer de biquini na piscina local! No início do século XX não havia o hábito de usar roupas de banho e a exposição do corpo era visto como espetáculo chocante, principalmente para as mulheres. Esta mentalidade só começa a mudar na segunda metade do mesmo século. 
   

 

 Abril/2014

 
"Falar Liberdade Por Favor", pintura alusiva à revolução do 25 de abril de 1974, inspirada no trabalho do ilustrador Hugo Lucas e executada pelos alunos do 2º ano do professor Francisco Bernardo (EB1 do Pinheiral). 
 

Na EB1 da Charneca os alunos do 4º ano, da professora Elsa Gomes, assinalaram o momento histórico, os 40 anos depois da revolução do 25 de abril de 1974, da seguinte forma: 

 

- Exposição através da qual se quis contrapor épocas distintas, o antes e o depois do 25 de abril de 1974, individualizadas por entrevistas, desenhos, palavras-chave, cores, fotografias, livros, objetos, filmes, documentários e relíquias (modelo antigo de telefone, máquina de escrever, rádio antigo, balança de pesos, lamparina) de um tempo cronológico não tão distante mas o suficiente para se tornarem irreconhecíveis e objeto de espanto às novas gerações. Os alunos quiseram e tiveram a oportunidade, além de manifestas dificuldades, de as experimentar e manusear. 

 

 

 

 

  

- Participação de dois convidados, Sr. Luís Pimenta com 67 anos (avô de um aluno da turma) e o Sr. Carlos Cardoso com 40 anos (pai de um aluno da turma), que recordaram através de vivências, paixões e materiais uma época de tantos constragimentos. 

 

 

- Uma breve presença da vereadora da cultura de Guimarães, Dra. Adelina Paula Pinto, a qual abordou o conceito de liberdade e através de um poema, o estatuto da condição feminina antes e após a revolução de abril.    

  

 
 
 
- Além de um tesouro ("O tesouro", de Manuel António Pina) o que é a liberdade? 
 
 
 
"Um livro é uma casa grande, com todos os quartos que quisermos ocupar e que está implantada no lugar do mundo que mais nos convier.
Um livro é um espelho onde nos podemos ver mas com corpo de homem, ou de mulher, de cor negra, ou branca ou aos quadradinhos, com cabelo ruivo ou louro ou de todas as cores.
Um livro é uma fonte de água muito límpida e muito fresca que nos mata a sede à hora que quisermos.
Um livro é uma árvore que nos dá a sombra e nos mostra as raízes diversas que povoam o chão.
Um livro pode ser uma travesseira ou um bálsamo.
Um livro pode ser um despertador mais estridente que os mais sibilantes despertadores.
Um livro pode levar-se para toda a parte – até para a banheira – e, muitas vezes agarra-se à pele de quem o lê e nunca mais na vida é capaz de o esquecer.
Um livro é o ser mais paciente do mundo. Espera por um leitor a vida inteira.
Não lêem livros os desafortunados que nunca tiveram a oportunidade de provar os sabores do sonho, da sabedoria e da vida.
Senhor, tende piedade deles!"                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                    José Jorge Letria
 
Matilde Ferreira Fernandes, 3º ano, EB1 do Pinheiral

 

 

Março/2014

 

SEMANA DA LEITURA 

Na semana de 31 de março a 4 de abril assinalamos a Semana da Leitura no Agrupamento através de diversas atividades dedicadas ao livro, à leitura e à língua portuguesa. 

  • Os alunos do pré-escolar assistiram à animação do livro "alinhas?" de Margarida Teodora Trindade. Atividade dinamizada nas escolas da JI/EB1 do Pinheiral, JI/EB1 da Charneca, JI/EB1 de S. Clemente, JI/EB1 de Longos e JI/EB1 de S. Martinho. 
  • Todos os alunos do 1º e 2º ano de escolaridade receberam e conheceram a escritora Rosa Duarte, autora do livro "Bichos com riso, rimas com siso".  
  • Exposição em 3D, na EB2/3,  com os trabalhos elaborados pelos alunos dos Jardins de Infância sobre a Saúde Oral (projeto SOBE) e com os trabalhos dos alunos do 1º e 2º anos sobre as obras das metas literárias abordadas. 
  • Apresentação do livro "Conta a Canção" por Miguel Fernandes no LER É FIXE e onde se cantou muita Canção...; 
  •  
  •  As turmas do 3º e 4º anos festejaram a leitura na atividade do “LER É FIXE”, a dois de abril, com vários espetáculos, preparados pelos alunos e professores titulares de turma, a partir das obras literárias estudadas:
  • 1.      Dramatização da obra O Gigante Egoísta de Oscar Wilde, pelos alunos do 3º e 4º ano da EB1 de Longos (professores Helena e João).

    2.      Canção e reconto em poesia da obra As Aventuras de Pinóquio de Carlo Collodi, pelos alunos do 3º e 4º ano da EB1 de S. Clemente (professora Agostinha).

    3.      Reconto e dramatização da obra O Príncipe Feliz de Oscar Wilde, pelos alunos do 4º ano da EB1 de S. Martinho (professora Graciosa).

    4.      Rap e canção dos poemas “Cortar” e “Amiga da China” da obra As Fadas Verdes de Matilde Rosa Araújo, pelos alunos do 3º ano da EB1 de S. Martinho (professoras Aurora e Manuela).

    5.      Expressão dramática da obra O Gigante Egoísta de Oscar Wilde, pelos alunos do 3º e 4º ano da EB1 de S. Lourenço (professora Margarida).

    6.      Entoação do poema “A cor das Vogais” e pequena coreografia da obra de Vergílio Alberto Vieira “Cor das Vogais”, pelos alunos do 3º ano da EB1 do Pinheiral (professora Conceição).

    7.      Entrevista a “António Torrado”, pelos alunos do 3º ano da EB1 do Pinheiral (professora Laura).

    8.      Dramatização da obra O Mercador de Coisa Nenhuma de António Torrado, pelos alunos do 3º ano da EB1 do Pinheiral (professora Deolinda).

    9.      Declamação de poesia da obra Versos de Cacaracá de António Viana, pelos alunos do 4º ano da EB1 do Pinheiral. (professora Manuela).

    10.  Dramatização da história “A raposa e o corvo” da obra Teatro às Três Pancadas de António Torrado, pelos alunos do 4º ano da EB1 do Pinheiral (professor Agostinho).

    11.  Dramatização do poema “Sonho” da obra Poemas da Mentira e da Verdade de Luísa Ducla Soares, pelos alunos do 3º ano da EB1 da Charneca (professora Maria José).

    12.  Canção e dramatização da obra O Gato e o Escuro de Mia Couto, pelos alunos do 4º ano da EB1 da Charneca (professora Elsa).

    13.   Canção sobre Saúde Oral, pelas turmas do 3º e 4º ano da EB1 do Pinheiral (professora Ana Matos).

     

"alinhas?"

 

 

PROJETO SOBE NAS NOSSAS ESCOLAS 

O kit de higiene oral e a escovagem dos dentes

 

 

As experiências científicas sobre placa bacteriana

 

Na biblioteca da EB1 de Longos

 
 
Na EB1 da Charneca

 

 
 

 

NA 8ª EDIÇÃO DA SEMANA DA LEITURA CELEBRAM-SE A LEITURA E A LÍNGUA PORTUGUESA

 

"Celebre a Língua Portuguesa na Semana da Leitura, redescobrindo a Biblioteca Escolar, lendo por prazerlendo para aprender, em vários suportes, em todos os contextos e com toda a gente. Festeje a Língua e a Leitura e participe no Concurso Ler é uma Festa! Sugere-se o envolvimento de saberes diversos na abordagem de temáticas transversais (Ciência, Comunicaçao, Arte, Cultura, Povos, Globalização, Saúde...) nas iniciativas ligadas à leitura, à escrita e à fala, em Língua Portuguesa. Desafiam-se as escolas a cruzarem atividades alusivas à Semana da Leitura, à festa da leitura e da língua,  com  projetos em desenvolvimentonas escolas/ nos agrupamentos, nomeadamente o Projeto SOBE (parceriaRBE-PNL-DGS). Convidam-se as escolas a aliarem à leitura as comemorações do Dia Mundial da Saúde Oral, do Dia Mundial da Juventude, do Dia Mundial da Poesia e do Dia Mundial do Teatro." (Plano Nacional de Leitura)

 

"Motes (algumas sugestões)

  • O PORTUGUÊS NAS BOCAS DO MUNDO
  • BOCAS SAUDÁVEIS PARA LEREM BONS LIVROS
  • BONS LIVROS PROVOCAM OS MELHORES SORRISOS
  • DAR COM A LÍNGUA NOS DENTES
  • UMA BOCA, MIL PALAVRAS" (Plano Nacional de Leitura)

Fevereiro/2014

 

No âmbito do Projeto SOBE dinamizamos atividades de promoção de Saúde Oral. Ontem convidamos o professor de Física e Química, José Inácio Fonseca, a visitar a Biblioteca Escolar da EB1 do Pinheiral e demonstrar através de duas experiências científicas quais os malefícios causados pelos maus hábitos alimentares (excesso de açúcar e amido nos alimentos) e como defender a boca da placa bacteriana. 
 

Experiência científica 1: os alunos viram como a placa bacteriana reage ao açúcar, estragando os dentes. 

Experiência científica 2: os alunos identificaram como o flúor fortalece os dentes e os protege dos danos causados pela placa bacteriana e ácido. 

 

O vencedor do concurso "faça lá um poema" foi...

Sérgio Silva, do 3º ano, turma I7 -  EB1 do Pinheiral
 
Parabéns a todos os alunos e a todos os quanto participaram. 
 
O poema vencedor:
AFETOS 
 
A amizade e o amor 
são sentimentos reais 
que temos para oferecer 
e que nunca são demais. 
 
Um amigo de verdade 
é uma jóia para guardar, 
ele dá-nos amor e carinho 
que não podemos desprezar. 
 
Quando um amigo está triste 
estou pronto para ajudar, 
para fazê-lo feliz 
um abraço lhe vou dar. 
 
A família é um tesouro 
que todos devemos guardar, 
proteger e dar carinho 
e para sempre respeitar. 
 
 
 
O Portal "RTP Ensina"  disponibiliza conteúdos diversificados (Artes, Cidadania, Ciência, Educação para os Média, Filosofia, História, Português) com qualidade e de fácil acesso. 

  

 

 

 

No mês de fevereiro reforçamos afetos com leituras temáticas e vertentes poéticas dos nossos alunos. 

Começamos a recolher a poesia dos nossos poetas:

 

 

Janeiro/2014

A partir da atividade "CONHECER MELHOR OS ESCRITORES - LER+ PARA LER MELHOR", desenvolvida no mês de janeiro, os nossos alunos divulgaram o que aprenderam aos colegas da escola. 

             

 

Na EB1 de S. Martinho os alunos do 3º ano dramatizaram, na biblioteca escolar, a história "O mercador de coisa nenhuma" de António Torrado. Alunos do 2º ano e da Unidade assitiram encantados! Estão de parabéns todos os alunos que participaram e a professora Aurora como excelente encenadora!

 

Na EB1 do Pinheiral os alunos depois de terem lido as obras "O livro da Tila" de Matilde Rosa Araújo (1º ano) e "O mercador de coisa nenhuma" (3º ano) de António Torrado apresentaram, na biblioteca escolar, os trabalhos desenvolvidos. Alunos e professoras (Conceição, Laura e Deolinda) estão de parabéns! (ver mais em eb1dopinheiral.blogs.sapo.pt/). 

 

Na EB1 da Charneca os alunos leram as obras "Fala Bicho" de Violeta Figueiredo (2º ano) e "O beijo da palavrinha" de Mia Couto (4º ano). A partir dessas leituras foi muita a imaginação... Alunos e professoras (Paula e Elsa) estão de parabéns! (Ver mais em eb1jicharneca.blogspot.pt/). 

                          

Na EB1 de Longos os alunos depois de terem lido as obras "Aquela nuvem e outras" de Eugénio de Andrade, "O mercador de coisa nenhuma" de António Torrado, alguns dos "Contos populares portugueses" de Adolfo Coelho e "O gigante egoísta" de Oscar Wilde, apresentaram conclusões e muitos trabalhos na biblioteca escolar. Alunos (dos 1º, 2º, 3º e 4º anos) e professores (Helena e João) estão de parabéns! 

 

 

Na EB1 de S. Lourenço os alunos leram a obra "A maior flor do mundo" de José Saramago e apresentaram a biografia e bibliografia do autor. Parabéns aos alunos do 4º ano e à professora Margarida. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

https://www.facebook.com/pages/Taipinhas-a-LER/838863196157979?ref=hl

DESTAQUES

Esta lista está vazia.